domingo, 18 de maio de 2008

Tudo passa.

-Ai meu Deus que dor na minha língua!
Entre aftas e inflamações, uma semana inteira se arrasta dentro da minha boca.
-Ai meu Deus como arde a minha língua!
Assim todos dias.
Mesmo depois de longos diálogos.
O desespero e a loucura se mostram com uma capacidade de sedução incontestável.
A culpa também!
Ai a culpa... Naquele seu vestidinho preto.Minha nossa!
Certamente, se eu tivesse tomado aquele remedinho para dor de barriga, a minha língua estaria melhor!
Lógico!
Faz tanto sentido.
-Uau! Daqui de cima, a minha língua até parece pouca coisa.

Mas...

Não, ela NÃO é pouca coisa.
E SIM, está doendo prá cacete!
Visto isto, me acalmo dentro desta longa e dolorosa semana.
Até que certo dia, escutando uma de minhas musicas preferidas.
"Tudo passa. Tudo passará!"
Renato, juntamente com Metal contra as nuvens, me ajudam a encontrar a minha cura.
Ela estava tão perto.
Aqui do lado.
Só faltava querer.

Querer estar bem.


Lorenzo G.G.

Um comentário:

Cínthya Verri disse...

Oi meu amor,
doeu saber de tuas dores
(o afastamento da alma inclusive)
- tá bem que passa... Eu sei.
Mas na próxima vez que ulcerarem tuas mucosas (língua, boca, gengivas...) podemos fazer melhor: passa tu também aqui por mim que te alcanço umas medicinas...